0

AS CRÔNICAS DE NÁRNIA – VOLUME ÚNICO

Posted by admin on mar 9, 2014 in + FANTASIA, + INFANTO-JUVENIL, + LITERATURA, + MARAVILHOSO, - JUVENIL
SAM_4151

DISPONÍVEL

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Livro de C. S. LEWIS. Tradução de PAULO MENDES CAMPOS e SILÊDA STEUERNAGEL (A Última Batalha). Revisão da Tradução SILVANA VIEIRA.

Viagens ao fim do mundo, criaturas fantásticas e batalhas épicas entre o bem e o mal – o que mais um leitor poderia querer de um livro? O livro que tem tudo isso é O Leão, a Feiticeira e o guarda-roupa, escrito em 1949 por Clive Staples Lewis. Mas Lewis não parou por aí. Seis outros livros vieram depois, e, juntos, ficaram conhecidos como As Crônicas de Nárnia.

Nos últimos cinquenta anos, As Crônicas de Nárnia transcenderam o gênero da fantasia para se tornar parte do cânone da literatura clássica. Cada um dos sete livros é uma obra-prima, atraindo o leitor para um mundo em que a magia encontra a realidade, e o resultado é o mundo ficcional que tem fascinado gerações.

Esta edição apresenta todas as sete crônicas integralmente, num único volume magnífico. Os livros são apresentados de acordo com a ordem de preferência de Lewis, cada capítulo com uma ilustração do artista original, Pauline Baynes. Enganosamente simples e diretas, As Crônicas de Nárnia continuam cativando os leitores com aventuras, personagens e fatos que falam a pessoas de todas as idades, mesmo cinquenta anos após terem sido publicadas pela primeira vez.

Editora MARTINS FONTES.

751 páginas.

 
0

COISAS FRÁGEIS 2

Posted by admin on set 4, 2011 in + FANTASIA, + FICÇÃO, + LITERATURA, - CONTOS

DISPONÍVEL

Livro de NEIL GAIMAN. Tradução de MICHELE DE AGUIAR VARTULI.

Confira, nesta obra, narrativas em que o horror se une ao humor, a doçura à crueldade e o realismo à fantasia para oferecer ao leitor um meio de libertar-se.

Em Coisas Frágeis 2, Neil Gaiman mostra sua versatilidade compondo poemas inspirados em contos de fada, “A Câmara Secreta”, “Cachinhos”, “Instruções” e “Inventando Aladim”, e criando narrativas sob a influência dos mais diversos elementos. As pequenas histórias que integram o conto “As Meninas” tiveram origem nas canções do álbum Strange Little Girls, de Tori Amos.
Em “No Final”, Gaiman imagina como seria o último livro da Bíblia e acaba criando um Gênesis às avessas; já em “Pó Amargo”, lendas urbanas e os estudos de Zora Neale Hurston sobre cultura negra e vodu compõem uma narrativa que tem como cenário a cidade de Nova Orleans. O conto “Quem Alimenta e Quem Come” nasceu de um pesadelo de Gaiman, enquanto “Garotos Bonzinhos Merecem Favores” teve como ponto de partida lembranças de infância do autor.
A mistura de realismo e fantasia, tão característica das obras de Gaiman, também se encontra presente nesta antologia, principalmente em “Noivas Proibidas dos Escravos sem Rosto na Casa Secreta da Noite do Temível Desejo”, que recebeu o Prêmio Locus de melhor conto em 2005. Ao longo dessa narrativa, Gaiman promove uma divertida reflexão sobre realismo versus fantasia, ao abordar a dificuldade que o protagonista da história enfrenta para redigir um romance realista.
Embora esse personagem considere a literatura fantástica algo trivial e afirme que esse gênero literário é uma forma de escapismo, no fim, acaba se rendendo a ele. O protagonista chega à conclusão de que é impossível escrever um romance que seja “a representação exata do mundo como ele é” e se justifica lançando a seguinte pergunta: “o impulso mais nobre da humanidade não é o anseio pela liberdade, o ímpeto de escapar”?
Editora CONRAD.

166 páginas.

Tags:, ,

 
0

COISAS FRÁGEIS

Posted by admin on set 4, 2011 in + FANTASIA, + FICÇÃO, + LITERATURA, - CONTOS, - ESTRANGEIRA

DISPONÍVEL

Livro de NEIL GAIMAN. Tradução de MICHELE DE AGUIAR VARTULI.

Contos inéditos em português de um dos maiores escritores de fantasia e ficção

Neil Gaiman é um dos maiores escritores de ficção em atividade, reconhecido pelos seus romances (Lugar Nenhum, Filhos de Anansi) e pelo seu trabalho em quadrinhos (Sandman). Em Coisas Frágeis, Gaiman mostra que seu talento como contador de histórias funciona perfeitamente no reino das narrativas curtas.
Neil Gaiman escreve com desenvoltura sobre os mais diversos universos – sejam criados por outros autores (com contos que aludem aos mundos de Sherlock Holmes, Matrix e Nárnia) quanto seus próprios, como no conto “O Monarca do Vale”, que tem como protagonista o personagem Shadow, de Deuses Americanos.
Os nove contos de Coisas Frágeis trazem Gaiman abordando os mais diversos temas, misturando puberdade, punk rock e ficção científica em “Como Conversar com Garotas nas Festas”; combinando o Sherlock Holmes de sir Arthur Conan Doyle com o terror de H. P.
Lovecraft em “Um Estudo em Esmeralda”; extrapolando o mundo de Matrix em “Golias”, inspirado no roteiro original do primeiro filme; ou mesmo presenteando a filha mais velha com um conto fantástico sobre um clube de epicuristas em “O Pássaro-do-Sol”. Coisas Frágeis é um tratado prático de como escrever boas histórias – histórias que, como diz a introdução do livro, “duram mais que todas as pessoas que as contaram, e algumas duram muito mais que as próprias terras onde elas foram criadas”.

Editora CONRAD.

205 páginas.

Tags:, ,