0

O ROUXINOL E O IMPERADOR

Posted by admin on dez 13, 2010 in + INFANTIL, + INFANTO-JUVENIL, + LITERATURA, - BRASILEIRA

DISPONÍVEL

Livro de HANS CHRISTIAN ANDERSEN. Por TAISA BORGES.

O rouxinol e o Imperador’ é uma das mais conhecidas histórias de Hans Christian Andersen. Trata com simplicidade de temas complexos, como as relações de poder e hierarquia, a superficialidade das cortes antigas em contraponto com a beleza do mundo natural e as trocas possíveis entre os seres de diferentes classes sociais. A leitura imagética de Taisa Borges para este conto de fadas faz parte das comemorações mundiais pelo bicentenário do nascimento de Andersen. Os livros de imagens são uma área pouco explorada no mercado editorial, mas alguns autores brasileiros já deram o exemplo que merece ser seguido por autores novos e dedicados como Taisa.

Editora PEIRÓPOLIS.

26 páginas.

Tags:, ,

 
0

JOÃO E MARIA

Posted by admin on dez 13, 2010 in + INFANTIL, + INFANTO-JUVENIL, + LITERATURA, - BRASILEIRA, - CLÁSSICOS

DISPONÍVEL

Livro de JACOB WILHELM GRIMM. Por TAISA BORGES.

Para leitura de todas as idades, este livro de imagem, adaptado por Taisa Borges, faz uma homenagem à obra dos autores de contos de fadas germânicos, em quadros abertos a múltiplas leituras, enriquecidos pelo diálogo com as artes plásticas e com a memória oral.
Esta é a segunda adaptação de textos clássicos para crianças de Taisa. O primeiro, O Rouxinol e o Imperador, de Andersen, foi considerado Altamente Recomendável – 2005 pela FNLIJ.
Editora PEIRÓPOLIS.

26 páginas.

Tags:, ,

 
0

A BELA ADORMECIDA

Posted by admin on dez 3, 2010 in + INFANTIL, + INFANTO-JUVENIL, + LITERATURA, - BRASILEIRA

DISPONÍVEL

Livro de TAISA BORGES. Obra de  CHARLES PERRAULT.

Este terceiro livro da coleção “Livro de Imagem” traz o texto original de Charles Perrault na releitura imagética de Taisa Borges, autora de João e Maria e O rouxinol e o imperador, com o qual foi agraciada com o prêmio de Melhor livro de imagens de 2005 pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ).
A bela adormecida fecha o ciclo de homenagens aos contos de fadas, uma leitura impressionante para Taisa, que afirma: “Eu nunca tinha ouvido falar do final original descrito por Perrault, em que a mãe do príncipe é um ogro e deseja comer os próprios netos, acabando no caldeirão por suas maldades. O que nos encanta como leitores é a qualidade dos textos orais descritos na sua versão integral do século XVII”.

Editora PETRÓPOLIS.

28 páginas.

Tags:, ,